segunda-feira, 23 de abril de 2018

Wellington Dias lidera pesquisa de intensões de voto com 51,8%

Foi divulgada nesta segunda-feira pesquisa de intensões de voto feita pelo instituto Amostragem que aponta Wellington Dias como o vencedor da eleição de outubro com 51,8% das intenções de votos no primeiro turno.

Wellington Dias / Imagem: Reprodução

A pesquisa é estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados para os entrevistados, e além da liderança de W.Dias coloca em segundo lugar o deputado estadual Dr. Pessoa (Solidariedade) com 9,92%, em seguida aparece Luciano Nunes (PSDB) com 5,09%, em quarto lugar está Valter Rebelo (PSC) com 2,19% e Fábio Sérvio (PSL) aparece com 0,44%. Os indecisos são de 17,38% e os que afirmaram que vão votar nulo ou branco são 13,17%. A margem de erro é de 2,84%. A pesquisa foi feita entre os dias 7 e 13 de abril.

Contando apenas os votos válidos, tirando votos os nulos e brancos, Wellington Dias aparece com 74,59%, Dr. Pessoa 14,29%, Luciano Nunes 7,33%, Valter Rebelo 3,16% e Fábio Sérvio com 0,63%.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Empresa espanhola inaugura fábrica de torres eólicas no Piauí

A empresa espanhola Acciona inaugurou na última sexta-feira(6) uma fábrica de torres eólicas no município de Lagoa do Barro, a 580 km de Teresina, no sudeste do Piauí. A empresa fabricará torres para abastecer os parques eólicos do estado.


A fábrica custou cerca de R$ 20 milhões de reais e irá gerar 480 empregos diretos e os empregados terão uma remuneração inicial média de R$ 1.200. Pelo menos R$ 800 mil irá movimentar a economia da região mensalmente.


“Também queríamos garantir que a população local se beneficiasse diretamente do projeto. Só a produção de torres fornecerá trabalho para cerca de 300 pessoas”, disse David Lobo, diretor de vendas do Brasil, que está gerenciando o projeto para o Grupo Nordex.

A inauguração contou com a presença do governador Wellington Dias que conheceu as instalações da fábrica.

“A fabricação de torres traz a garantia de energia para o Piauí, além de emprego e renda. É desenvolvimento a partir de energia limpa. Quem conhece essas regiões sabe o tamanho da transformação positiva causada pela chegada desse investimento. E é só o começo, outros investimentos já são previstos”, disse Wellington Dias.

Localização de Lagoa do Barro, onde se localiza a fábrica e o Complexo Eólico Lagoa do Barro

O Complexo Eólico de Lagoa do Barro terá oito parques e potência instalada de 195 MW (megawatts), gerados por 65 aerogeradores distribuídos em uma área de 2.854 hectares. Estão sendo investidos no empreendimento cerca de R$ 1,3 bilhão e a previsão é de que o parque entre em atividade no mês de maio.

Imagem da implantação do Complexo Eólico Lagoa do Barro

A fábrica foi construída numa parceria entre as empresas Acciona/Nordex e a Atlântic Energias, que está instalando um parque eólico que irá utilizar 78 torres. Cerca de 500 empregos diretos e 1500 indiretos serão gerados, com cerca de R$ 800 mil movimentando a economia da região.

sábado, 24 de março de 2018

Empresa aérea deve fazer três voos semanais para Parnaíba a partir de abril

A empresa de transportes aéreos Rota do Sol Táxi Aéreo deve iniciar até abril três voos semanais para atender a Rota das Emoções, que abrange pontos turísticos dos estados do Ceará, Piauí e Maranhão. De acordo com o gerente de aeroportos do Departamento Estadual de Rodovias (DER), coronel Paulo Edson Ferreira, a operação partirá de Fortaleza e fará escalas em Jericoacoara(CE), Parnaíba (PI), Teresina (PI) e, possivelmente Barreirinhas (MA).

Aeroporto de Parnaíba

O roteiro foi discutido ontem, em Parnaíba, durante reunião da Rota do Sol Táxi Aéreio com empresários locais da cadeia de turismo, a prefeitura municipal de Parnaíba e a Associação Comercial de Parnaíba, além do DER. “Foi definido que esse é o produto a ser trabalhado e, agora os empresários e a prefeitura devem assinar um memorando de intenções. A ideia é iniciar a operação até o fim de abril”, explica o gerente.

A rota será operada pela aeronave Embraer Bandeirante 110, com capacidade para 18 passageiro, às quartas, sábados e domingos. Ele aponta que a ideia é dar ao passageiro a liberdade para adquirir as rotas de sua preferência, e não só o pacote inteiro.

Embraer Bandeirante 110

“Nada impede que um passageiro da Alemanha, vãos supor, queira vir a Parnaíba e embarque em Fortaleza com a Rota do Sol, fazendo escala antes em Jeri”, ressalta o gerente de aeroportos do DER.

Rota das Emoções

A Rota das Emoções se estende por território de mais de 500 quilômetros entre as cidades de Barreirinhas (MA) e Jericoacoara (CE), que são os dois extremos da Rota que 14 municípios e três Unidades de Conservação (UC). Dentre a variedade de atrativos turísticos, naturais e culturais, destacam-se os Parques Nacionais dos Lenções Maranhenses, do Delta do Parnaíba e de Jericoacoara.

Fonte: Com informações do Jornal da Parnaíba

sábado, 3 de março de 2018

Expedição de jornalistas europeus visitará pontos turísticos do Piauí

De 14 a 28 de março deste ano, o Piauí novamente será pauta da imprensa europeia. Cerca de 14 jornalistas dos maiores veículos de comunicação da Alemanha, Áustria e Suíça vão visitar pontos turísticos e científicos de norte a sul do estado, dentre eles as serras da Capivara e das Confusões, o Parque Sete Cidades e o litoral.

Parque Nacional Serra da Capivara será um dos locais visitados

A expedição intitulada “Arqueologia e Meio Ambiente no Nordeste do Brasil” é fruto de articulação que conta com o apoio do Governo do Estado e realização da Associação Pro Brasil, do Instituto Ecológico Caatinga (IEC), e da Federação de Jornalistas Científicos da Alemanha, a WPK - Die Wiessenchaftsjournalisten.

Para o representante da Associação Pro Brasil, Uwe Felipe Weibrecht, a expedição vai mostrar outras potencialidades piauienses. “A Serra da Capivara é um patrimônio da Humanidade, considerado pela Unesco, isso já chama a atenção. As pinturas rupestres são algo muito especial. Mas queremos aproveitar esse momento para mostrar que o Piauí tem mais ainda. O estado é ideal para ações de política ecológica sustentável e tem uma cultura singular”, pontuou.

O Piauí chamou a atenção de profissionais e instituições da Alemanha após ser retratado no documentário audiovisual “Terra X”, produção da ZDF, maior TV pública do país com abrangência em toda a Europa. A equipe europeia visitou o Piauí em 2016 quando gravou uma edição especial do programa sobre a Serra da Capivara. Em 2017 uma exposição fotográfica sobre o Parque foi aberta em Berlim e hoje é exposta em Bon, antiga capital da Alemanha.

O representante da Pro Brasil acredita que a expedição, que desta vez conta com enviados especiais de outras grandes veículos impressos e radiofônicos europeus, vai expandir as possibilidades de investimentos. “Qualquer investidor vai querer saber se esse estado está dentro de uma rede divulgada, ele vai querer entender como funciona quando se chega aqui, ele vai querer entender quais são as oportunidade de interagir com a população e se há centros de pesquisa aqui. Isso será o grande resultado do projeto, a divulgação do estado para o exterior”, acredita Uwe.

Programação

No dia 14 de março, a equipe de jornalistas chega ao Parque Serra da Capivara, onde visita pontos da reserva e o Museu do Homem Americano. Dia 19, o destino será a cidade de Caracol, onde o Parque Nacional Serra das Confusões será visitado.

Dia 22 de março, os jornalistas estarão em Teresina onde se reúnem em audiência com o governador Wellington Dias, secretários de estado e representações de Instituições de Ensino Superior. Em seguida, no dia 23 a expedição percorre o parque Nacional de Sete Cidades. No dia 24 a equipe desembarca em Parnaíba onde conhecerá o Delta e outros pontos do litoral.

Encontro com imprensa local

A expedição prevê ainda um momento entre os jornalistas europeus e a imprensa local que deverá ter data e local divulgados nos próximos dias.

Fonte: Governo do Piauí

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Piauí é o estado com menos homicídios do Nordeste

O Piauí foi o estado do Nordeste que mais reduziu o número de assassinatos em 2017, em relação ao ano de 2016. Enquanto a região como um todo registrou um recorde de 17.913 assassinatos no ano passado, contra 15.077 no ano anterior, no Piauí, a redução foi de 705 para 649 mortes violentas. O dado foi destaque no portal de notícias nacional UOL, que enfatizou o crescimento de crimes violentos letais intencionais (CVLIs) no Nordeste. As mortes não incluem estatísticas dos estados do Maranhão e da Bahia, que não informaram os números à reportagem.

Secretária de segurança aponta aumento do investimento e operações como motivos para a queda nos homicídios

Entre os sete estados em comparação, os números do Piauí são quase a metade dos índices do segundo colocado, Sergipe, que registrou 1.123 CVLIs em 2017. Em seguida no número de mortes, vêm a Paraíba, com 1.284; Alagoas, com 1.913; Rio Grande do Norte, com 2.383; Ceará, 5.134 e Pernambuco, 5.427.

Quando se confere a taxa de homicídio por cada 100 mil habitantes, o Piauí também se destaca de forma positiva. No estado, a taxa em 2017 foi de 20,2 assassinatos a cada 100 mil habitantes, bem abaixo do segundo colocado, a Paraíba, com 31,9 mortes por 100 mil habitantes. Na frente desse ranking, o Rio Grande do Norte, com 67,9 assassinatos por cada 100 mil moradores.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Fábio Abreu, atribui o resultado do Piauí ao aumento de investimentos do governo na área de segurança. De 2014 a 2017, por exemplo, a aplicação de recursos passou de R$ 18 reais por habitante para R$ 218. Isso, segundo ele, aliado a decisões estratégicas corretas como a reestruturação das principais unidades policiais do estado. “Houve estados que aumentaram os investimentos na segurança, mas não reduziram as mortes violentas”, lembra o gestor.

Algumas ações como a compra da folga do policial e a realização de grandes operações foram fundamentais para a redução das mortes violentas. Abreu ressalta ainda que, diferente de vários estados brasileiros, não há nenhuma facção criminosa dominando o Piauí.

O delegado-geral Riedel Batista destaca que a Polícia Civil, durante todo o ano de 2017, realizou mais 200 operações policiais de grande porte, tanto em Teresina como no interior, e, segundo ele, isso refletiu na redução do número de homicídios.

“A Polícia Civil prendeu várias pessoas que praticaram crimes de grande repercussão e também deu cumprimento a mandados de busca e prisão de pessoas envolvidas em homicídios, assim como envolvidos em crimes de roubo, furto, tráfico de drogas, de roubo a banco, e isso refletiu positivamente em toda segurança pública”, completou o delegado.

Riedel também ressalta as operações realizadas pela Polícia Civil de forma integrada com outras forças de segurança, como a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, que contribuíram para redução de crimes. “Cabe destacar ainda as operações realizadas no período de 24 horas que deu cumprimento a mais de 100 prisões de pessoas envolvidas em crimes em todo o estado”, comenta Batista.

O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto de Sousa, conta que assumiu a chefia da PM com o desafio de estancar o crescimento, desde 2010, do número de mortes por conta da violência no estado. “Em 2014, ano seguinte ao assumirmos, foi o ápice de mortes violentas, com mais do que o dobro de CVLIs em relação a 2010. Mas, já no nosso primeiro ano (2015), não só estancamos o crescimento com o reduzimos”, comemora o comandante.

Qualificação e integração

Carlos Augusto frisa que a entrada de novos PMs e a qualificação deles foram imprescindíveis para a redução da violência. “De 2015 até agora, mais de 700 pessoas ingressaram na PM, e atualmente temos 352 em formação, para irem para as ruas em julho deste ano”, afirma o coronel. Os novos policiais militares ocuparam espaços em municípios onde havia carência de segurança pública, como Uruçuí, Paulistana e Corrente, localizados na região sul do Piauí e que fazem divisa com outros estados.

Tanto Fábio Abreu como Carlos Augusto ressaltam a capacitação como forma de melhor preparar a PM. “Dos atuais 6 mil PMs em atividade no Piauí, mais de 4 mil fizeram algum curso de qualificação nos últimos três anos”, diz o comandante da PM.

A integração entre as polícias de um modo geral, com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal também ajudou na melhoria dos números. E, ao que tudo indica, 2018 será um ano com mais redução de homicídios. No mês de janeiro deste ano, foram registradas 45 mortes violentas, contra 51 no mesmo mês de 2017, 58 em 2016 e 48 em 2015.

Abreu acredita que, até o fim deste ano, é possível chegar próximo ao número considerado tolerável pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de dez mortes por 100 mil habitantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...